RELIGIÃO E SEXO: DO CONTROLE NA IDADE MÉDIA E DA SUA HERANÇA NA CONTEMPORANEIDADE – (Parte 02)

Hieronymus Bosch, O jardim dos prazeres terrenos, 1504.

E o matrimônio era a tecla mais batida pela igreja. Um homem que quisesse ter uma vida sexual correta e sagrada deveria escolher uma mulher e tomá-la como esposa. Leia o resto deste post

RELIGIÃO E SEXO: DO CONTROLE NA IDADE MÉDIA E DA SUA HERANÇA NA CONTEMPORANEIDADE – (Parte 01)

A sexualidade é o tema que pode ser considerado um dos mais presentes em qualquer momento da história. Desde as simples pinturas rupestres até as expressões artísticas mais modernas dos dias atuais o homem registra as maneiras, as formas, com quem e com o que ele pratica sua sexualidade e como ela se faz presente na sociedade. Leia o resto deste post

Paralelo entre a Colonização portuguesa e holandesa

Vamos fazer neste poste um paralelo entre alguns pontos que são de relevância nas colonizações que o Brasil passou, a portuguesa e holandesa. Antes de iniciar tal paralelo temos que ter em mente algumas considerações. Tanto portugueses e holandeses deixaram suas marcas culturais. Não se trata de uma mera comparação ou de  uma batalha de quem melhor colonizou, mas sim a comparação em pontos cruciais de uma colonização.

Batalha dos Guararapes, 1649 – Holandeses X Portugueses

Leia o resto deste post

Primeira Travessia do Atlântico Sul

Quando andamos pela cidade do Recife, vemos várias praças, por menores que sejam, que com seus monumentos algumas passam despercebidos. E com certeza uma que fica na Praça 17 é uma delas. Embora ela seja comemorativa a Revolução Pernambucana de 1817, devido a Rua do Imperador ela foi dividida em duas.

Homenagem em Recife aos aviadores

Homenagem em Recife aos Aviadores

Numa delas que fica mais próximo ao rio Capibaribe podemos ver um homem de asas e dois bustos abaixo. O monumento fora erguido aos portugueses Sacadura Cabral e Gago Coutinho em comemoração a primeira travessia do Atlântico feita por aeromodelo em 1922. No alto, a estátua de bronze de Ícaro. Mas quem foi Sacadura Cabral? Leia o resto deste post

Discurso de Cícero em defesa de seu mestre Archias

Archias era de Antioquia, na Síria. Interessado em cultivar o espírito, viajou pelos grandes centros culturais da Ásia Menor. No ano de102 a.C., Archias chegou à Roma.

Chegando à Capital do Império, Archias tornou-se mestre de Cícero e travou relações de amizade com famílias de grande influência. Por meio desta influência, Archias tornou-se cidadão de Heracléia, uma cidade aliada de Roma.

No ano89 a.C., treze anos depois da chegada de Archias, promulgou-se a lei Plaucia-Papíria que estendia o direito de cidadania aos moradores das cidades aliadas. As condições para obter a cidadania eram as seguintes: o requerente, à data da lei, deveria ter fixado domicílio na Itália e, no prazo de sessenta dias, apresentar a sua declaração perante o pretor. Archias que preenchia essas condições, tornou-se cidadão romano.

No ano de65 a.C. surgiu em Roma uma nova lei – a Lei Pápia – que mandava expulsar de Roma todos os estrangeiros. Inimigos de Archias aproveitando-se desta lei, acusaram o retórico de estrangeiro e exigiram a sua expulsão da cidade.

Leia o resto deste post

Dom Helder Camara – O Santo Rebelde

Quando dou comida aos pobres, me chamam de santo. Quando pergunto porque eles são pobres, chamam-me de comunista. Dom Helder

Leia o resto deste post

Francisco do Rego Barros

Francisco do Rego Barros o Conde da Boa Vista

Francisco do Rego Barros, Barão, Visconde e depois Conde da Boa Vista, nasceu no dia 3 de fevereiro de 1802, na cidade do Cabo, no Engenho Trapiche, de propriedade de seus pais Francisco do Rego Barros, Coronel de Milícias e Mariana Francisca de Paula do Rego Barros.

Leia o resto deste post

Carta do Chefe Seattle

“O que ocorrer com a terra,
recairá sobre os filhos da terra.
Há uma ligação em tudo.”

“Este documento – dos mais belos e profundos pronunciamentos já feitos a respeito da defesa do meio ambiente – vem sendo intensamente divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas). É uma carta escrita, em 1854, pelo chefe Seatle ao presidente dos EUA, Franklin Pierce, quando este propôs comprar grande parte das terras de sua tribo, oferecendo, em contrapartida, a concessão de uma outra “reserva”.

Leia o resto deste post

Gravado a Ferro e Fogo

Realmente hoje é um dia que não há nada de especial a ser comemorado. Mas ele está gravado a ferro e fogo e de maneira bem viva na mente de muitos que carregam consigo as marcas da nossa Ditadura Militar.

Leia o resto deste post

195 anos de Revolução Pernambucana de 1817

Durante um período de crise econômica, de ferrenha pressão do absolutismo monárquico e com a presença das idéias iluministas , os pernambucanos se mobilizam em todas as camadas e se voltaram contra tal situação.
No dia 06 de Março do ano de 1817 a então Revolução dos Padres, mais conhecida como Revolução Pernambucana, estourou.

Leia o resto deste post